Portuguese Chinese (Simplified) English
Imprimir

Missão, Visão e Valores

Missão

A principal missão do Agrupamento é Educar/Formar pessoas e cidadãos cada vez mais dotados de melhores qualidades, de forma a construir uma sociedade futura mais harmoniosa, justa e democrática.

Nota: Clique nos títulos para ver mais...

Visão

O Agrupamento de Escolas de Cinfães pretende continuar a afirmar-se como uma instituição que:

• Promove o sucesso educativo;

• Valoriza a escola e intervém na comunidade.

• Desenvolve competências sociais;

• Procura a inovação e qualidade no ensino e pensa num projeto curricular inovador e sustentado;

• Executa a articulação com coerência;

• Promove uma organização interna e funcional centrada na formação dos alunos conscientes dos seus deveres de cidadania na sua dimensão pessoal, social e ambiental;

• Promove a socialização, combatendo o absentismo e o abandono escolar;

• Reforça a liderança institucional e as lideranças intermédias orientadas para a qualidade educativa;

• Valoriza o desenvolvimento e solidariedade entre todos os membros da comunidade educativa;

• Incentiva a participação das famílias na escola e a coresponsabilização que lhes cabe no processo educativo;

• Disponibiliza variados recursos didáticos e promove a utilização das novas tecnologias, nomeadamente um centro de recursos dedicado aos alunos com necessidades educativas especiais.

Valores

A intenção educativa do Projeto Educativo TEIP impregna práticas organizacionais e relacionais do Agrupamento que refletirão também os seguintes valores que inspiram e orientam o projeto Curricular do Agrupamento:

O Agrupamento de Escolas de Cinfães é uma instituição pública de ensino e de educação que faz parte do sistema educativo português e, por isso, está obrigado a formar os alunos nos valores nacionais e na cultura democrática da cidadania.

A educação escolar não se deve limitar à aquisição de cultura moderna nas suas dimensões literária, científica, tecnológica e artística, devendo, também, contribuir para o desenvolvimento global da personalidade, para a formação de cidadãos livres, responsáveis, autónomos e solidários.  

Os valores, as atitudes e os comportamentos que se prendem com parâmetros que são comuns à nossa identidade como Nação e, igualmente, os valores como a dignidade humana, que transcendem o indivíduo e as fronteiras e se referem ao homem, independentemente da raça, do sexo ou da nacionalidade.

Assim, o primeiro dos valores é a dignidade humana assente “numa moral erguida sobre a justiça e a fraternidade e estas como garante dessa dignidade e de comportamentos” (Parecer da ADAV, 1999).

A autoestima é outro dos valores essenciais ao serviço da dignidade humana, numa educação dirigida para a "pessoa". A educação para a diversidade terá de realçar a riqueza de cada indivíduo.

A pertinência pela valorização da dimensão humana do trabalho como meio, a par de outros, para se atingir – com sucesso – as metas almejadas constitui outro dos objetivos.

O último dos valores é a liberdade. Liberdade que saiba respeitar e viver com os outros, saiba admitir a existência de conflitos e que estes não sejam um mal. Antes sim, um bem se forem curtos, pois promovem ou podem promover a mudança construtiva das situações.